Fragilidade nossa

A fragilidade é coisa nossa e desengane-se quem pensar o contrário. A fragilidade, mais do que nunca, reclama para ser reconhecida e habitada.
A fragilidade existe e necessita de estar presente nas nossas vidas. Precisa de ser habitada para que não pensemos que somos infindáveis e inquebráveis.  Precisa de ser colocada à nossa frente para percebermos, de uma vez por todas, que necessitamos de todos e que não somos chamados a ser servidos, mas a servir numa partilha e numa doação constante.
Precisa de ser colocada à nossa frente para que não temamos por ela, nem pensemos que isso é coisa que nunca nos definirá.
A fragilidade está presente em mim, em ti e em nós, mas o mundo vai-te mascarando toda esta realidade. Vai-te iludindo com a competitividade, com a ganância, com o poder e com o materialismo. Vai-te tapando toda a fragilidade alimentando-te com o ter e não com o ser. Vai-te tornando cego para uma rotina onde começa a valer tudo.
Olhar para a fragilidade que existe em cada um de nós não deve servir para fazer-nos de coitadinhos. Deve, isso sim, abrir-nos os olhos para que entendamos o dom que acontece na vida de cada um. Deve abrir-nos os olhos para que saibamos que não vale tudo quando a dignidade da nossa humanidade é colocada em causa. Deve obrigar-nos a uma maior entrega pelo que realmente nos faz vivos.
Reconhecer e habitar a fragilidade que existe em cada um de nós é dar testemunho de uma vivência autêntica e simples. Reconhecer e habitar a fragilidade é ter a capacidade de viver na liberdade de escolher o que é bom, belo e correto. Reconhecer e habitar a fragilidade é estar capacitado para acolher todos sem exceção. Reconhecer e habitar a fragilidade é saber interpretar todos os olhares.
Quem habita na fragilidade sabe caminhar na vida e pela vida.
Quem habita na fragilidade sabe abraçar vidas.
Quem habita na fragilidade…quem habita na fragilidade reconhece, muito mais facilmente, todo aquele se iguala na sua humanidade!

[Texto da autoria de ©Emanuel António Dias]

hand-2969578_1920

[Fotografia da autoria de ©1A-Photoshop]

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s