Heróis desconhecidos

“Há tantas heroínas e heróis desconhecidos que neste momento
constroem a nossa história coletiva.
Tantas pessoas corajosas que,
sem perceberem, estão segurando o mundo
com o seu amor firme ou a sua alegria contagiante.
Apesar de não saber os nomes deles, posso senti-los lá fora.”

David Abram

Olhando os noticiários tudo parece perdido e sem rumo.
Lendo as notícias dos últimos dias é difícil manter a esperança, mas não me deixo levar por elas…
Acabei de fazer uma peregrinação e vi muito em cada olhar que se cruzou comigo.
Vi muito em cada sorriso que me retribuíram.
Senti, ainda muito mais, em cada palavra que era pronunciada no meu caminho.
É verdade que vivemos numa crise humanitária. Também não é menos verdade que vivemos numa crise de valores, mas ainda existe muito por esse mundo fora.
O mundo é bombardeado constantemente e crucificado todos os dias, mas não deixa de existir, em toda a parte, alguém que vai fazendo a diferença.
Não deixa de existir, na vida de cada um, alguém que vai deixando a sua presença animadora e reconfortante.
Não deixa de existir, na rua em que vivemos, alguém que nos encoraja a sermos cada vez mais e melhores.
Não deixa de existir, na nossa comunidade, alguém que nos faz superar os nossos limites.
São todas estas pessoas que, de forma consciente ou inconsciente, vão levando a bom porto a verdadeira humanidade.
Não levam consigo estampadas a sua missão, mas são verdadeiros missionários nos seus atos e na sua forma de estar.
O mundo pode percorrer o rumo errado, mas nunca se perderá por completo, enquanto os nossos olhos virem o bem e o nosso coração sentir o conforto de um abraço e de uma palavra.
Por muito bem que exista precisamos, isso sim, de olhar ainda mais para o outro.
Precisamos, todas as vezes que nos dirigirmos ao espelho, de sentir o valor que existe em todas as vidas que se cruzam connosco.
Precisamos, todas as vezes que nos fizermos ao caminho, de olhar verdadeiramente para aquilo de que somos feitos.
O mal e todos os problemas podem ser bem reais, mas nunca serão vencedores enquanto presenciarmos em cada canto do mundo o mais simples ato de amor.
O mal e todos os problemas podem ser bem reais, mas nunca terão hipóteses, enquanto sentirmos a presença daqueles que entregam as suas vidas para que o mundo se aguente bem firme.
Está na altura de sermos heróis uns dos outros…

[Texto da autoria de ©Emanuel António Dias]

humanitarian-aid-939723_1280

[Fotografia da autoria de ©Skeeze]

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s